FREDERICO OZANAN, NA ESTEIRA DE SÃO VICENTE DE PAULO Ver maior

FREDERICO OZANAN, NA ESTEIRA DE SÃO VICENTE DE PAULO

Novo produto

QUEM FOI OZANAM? Católico, escritor, doutor em Direito e em letras, autor de grandes obras, historiador, periodista e professor da Universidade de Sorbonne, foi um homem de grande...

Mais detalhes

1000 Itens

R$ 0,00

Mais informação

QUEM FOI OZANAM?

Católico, escritor, doutor em Direito e em letras, autor de grandes obras, historiador, periodista e professor da Universidade de Sorbonne, foi um homem de grande ressonância no século XIX francês. Aos 27 anos, suscitava grande admiração entre os inúmeros discípulos que procuravam as suas aulas.

Pouco saudável, mas valoroso de espírito, marido, pai, preocupado com todos, viveu impregnado de um forte carisma. Debateu-se entre o catolicismo liberal e o problema social. Passou de monárquico a republicano em 1848, inclinando-se para democracia cristã e a luta em favor das liberdades, sobretudo do setor dos que não tem voz: os pobres.

Foi amigo de grandes personagens como Ampère, Montlembert, lamartine, Chateaubriand, Lacordaire... Ajudado por vários deles, proclamou em importantes periódicos  da questão social: “ que a Caridade complete o que a justiça por si só não pode realizar”

Sem cumprir ainda os 20 anos, universitário, funda, em Paris, uma associação de Caridade totalmente laical: a Sociedade de São Vicente de Paulo.

Antônio Frederico Ozanam, nasceu a 23 de abril de 1813, em Milão, cidade que pertencia a França desde 1800. 5º filho de uma família oriunda de Lyon, foram seus pais João Antonio Ozanam e Maria Nantas. Aqui nasceram outros 13 filhos, dos quais sobreviveram Afonso, ordenado sacerdote aos 18 anos, Francisco, e Carlos, que continuou a atividade paterna: a medicina.

Em outubro de 1822, aos nove anos, ingressou no Colégio Real de Lyon, onde obteve classificações notáveis, deixando profunda marca pelos seus dotes literários.

Aos 15 anos ofereceu aos seus pais um livro de poemas- em latim para seu pai, e em francês para sua mãe. E aos 18 anos publicava ensaios na revista “L`Abeuille Française “, assim como um folheto refutando as idéias dos adeptos de Saint-Simon ( pensador que transformava a ciência numa religião)

Aos 17 anos é aluno da grande Sorbonne, em Paris. Do ponto de vista filosófico, interessa-se pelo que acontece a seu redor, mas sente a necessidade de engrandecer o cristianismo.

Na Sorbonne, Ozanam solidariza-se com jovens estudantes católicos que ousam contestar as teorias racionalistas de seus professores e demonstrar interesse pela Conferência de História, onde se fala de geografia, filosofia, arte, religião, economia e história, é lógico. 

Avaliações

Sem avaliações neste momento.

Escrever uma avaliação

FREDERICO OZANAN, NA ESTEIRA DE SÃO VICENTE DE PAULO

FREDERICO OZANAN, NA ESTEIRA DE SÃO VICENTE DE PAULO

QUEM FOI OZANAM? Católico, escritor, doutor em Direito e em letras, autor de grandes obras, historiador, periodista e professor da Universidade de Sorbonne, foi um homem de grande...